Principal deflagrador da cegueira definitiva, glaucoma ganha novo tratamento – já disponível no Brasil – que oferece melhor qualidade de vida aos pacientes

Principal deflagrador da cegueira definitiva, glaucoma ganha novo tratamento – já disponível no Brasil – que oferece melhor qualidade de vida aos pacientes
  •  

Boa notícia no ar!

Considerado a principal causa de cegueira irreversível e – segundo o Ministério da Saúde – incidente em mais de 2 milhões de pessoas no Brasil, o glaucoma, doença incurável, acaba de ganhar uma nova forma de tratamento que promete minorar seus efeitos em pacientes.

Trata-se de um colírio, 3 em 1, desenvolvido pela Allergan, comercialmente batizado como Triplenex.

O fármaco é recomendado para glaucoma de ângulo aberto e hipertensão ocular, quadros que necessitam do uso de terapia combinada para o controle da pressão intraocular (PIO), a principal causa da doença.

A forma mais eficiente de cuidar da afecção tem sido tratamento à base de diversos colírios que, por precisarem ser usados ao longo dia, muitas vezes geram confusão nos pacientes, o que resulta em terapêutica inadequada, logo, em prejuízo ao controle da doença.

Por isso, o novo colírio tem sido considerado um avanço e tanto. Trata-se da primeira terapia a misturar três substâncias (bimatoprosta, tartarato de brimonidina e maleato de timolol) em uma mesma embalagem. 

A inovação age reduzindo a pressão ocular pela redução de produção do humor aquoso (líquido responsável por regular a pressão interna do olho).

Esta nova possibilidade de tratamento (que pode ser realizado por meio da aplicação de uma gota do colírio, duas vezes ao dia) ainda traz ótimo alívio para o bolso.

De acordo com a Allergan, o Triplenex deve ser comercializado por, no máximo, 179,73 reais, o que significa um abatimento de 17% em relação ao custo dos colírios vendidos separadamente. 

Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em outubro do ano passado, o novo colírio foi lançado no mercado brasileiro em fevereiro último.

Como adiantamos lá no comecinho, notícia magnífica, não?


[Fonte: Veja.com] 




Ultimas Notícias

Saiba mais sobre o melasma

Postado por:

A palavra é melasma.

LEIA MAIS

Reposição hormonal: homem também faz!

Postado por:

Levanta a mão aí quem acha que é muito fácil fazer um homem ir ao médico sem que esteja – praticamente – “à beira da morte”?

LEIA MAIS

Pesquisadores britânicos alertam: magros também podem apresentar doenças cardiovasculares. Peso não deve ser o único indicador de alerta

Postado por:

Em termos de administração da boa saúde, o que você acha que mais importa: esforçar-se para manter o peso adequado ou não apresentar doenças me

LEIA MAIS

Um raio-X da saúde: a genética tem, sim, impacto no desempenho de atividade física

Postado por:

Você sabia que a herança genética pode fazer toda a diferença no desempenho de um esportista ou no emagrecimento de uma pessoa?

LEIA MAIS

É preciso que se compreenda quais são os caminhos que levam à obesidade

Postado por:

Chega aqui mais perto e fala sério: quando você se propõe a emagrecer, adota dieta, suuuaaa na academia, passa vontade de comer guloseimas, sobe na balança ao fim de alguns dias e....? Nenhum grama a menos. Ou..tá, vai...poucos gramas descontados do peso que incomodava. Agora pensa só para engordar? Pior que o verbo está certinho. A sensação é de que...pensou...puft!...engordou! Não é assim mesmo?

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.