Maior importador mundial de lixo para reciclagem, China muda regras, proíbe a entrada de determinados materiais e decisão atinge países como Japão e EUA


Você sabia que uma parte considerável do lixo produzido no mundo vai parar na China?

É que o país é o principal importador mundial de muitos tipos de materiais – como plástico, papel e metais – para reciclagem.

Com demanda crescente por produtos plásticos e de papelão, o país busca material tanto internamente quanto no mercado internacional.

De acordo com informações das Nações Unidas, em 2016, fabricantes chineses e de Hong Kong importaram – do Japão, dos EUA e de nações da União Europeia –  7,3 milhões de toneladas de plástico para reciclagem. O montante equivale a 70% de todo o plástico descartado no mundo naquele ano.

Pois é, mas tanto lixo reunido só poderia, mesmo, trazer problemas em algum momento, certo? E trouxe. 

O meio ambiente chinês anda sofrendo com o lixo “sujo” e, muitas vezes, perigoso que tem chegado ao país.

Por isso o fluxo deve mudar já a partir desse ano.

Em julho do ano passado, o governo chinês anunciou a proibição (a partir de 2018) da importação de certos tipos de materiais para reciclagem.

A medida – que preocupou diversos países do mundo – incluiu novas regras a respeito dos tipos de materiais recicláveis que, desde o último dia 1º, poderiam ser importados legalmente. A determinação também incluiu a proibição da entrada de 24 categorias de materiais e de despejos sólidos no país. 

Com o pânico global – provocado pelo anúncio – a Organização Mundial do Comércio (OMC) e os países exportadores apelaram à China para que adiasse a proibição e abrisse a possibilidade de um "período de transição" de cinco anos.

As negociações – segundo a imprensa local – continuam.  Pequim, por exemplo, concordou em adiar o começo das novas regras até 1º de março. Mas as empresas dos países exportadores enfrentam, agora, o desafio de encontrar o que fazer com o material quando a proibição começar a vigorar.

[Fonte: Portal G1 // Natureza] 




Ultimas Notícias

Saiba mais sobre o melasma

Postado por:

A palavra é melasma.

LEIA MAIS

Reposição hormonal: homem também faz!

Postado por:

Levanta a mão aí quem acha que é muito fácil fazer um homem ir ao médico sem que esteja – praticamente – “à beira da morte”?

LEIA MAIS

Pesquisadores britânicos alertam: magros também podem apresentar doenças cardiovasculares. Peso não deve ser o único indicador de alerta

Postado por:

Em termos de administração da boa saúde, o que você acha que mais importa: esforçar-se para manter o peso adequado ou não apresentar doenças me

LEIA MAIS

Um raio-X da saúde: a genética tem, sim, impacto no desempenho de atividade física

Postado por:

Você sabia que a herança genética pode fazer toda a diferença no desempenho de um esportista ou no emagrecimento de uma pessoa?

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.
POLÍTICA DE TROCA, DEVOLUÇÃO E ARREPENDIMENTO
CNPJ 54.933.536.0001/99