Na hora de depilar, vale tomar alguns cuidados. O pelo pode encravar e provocar uma inflamação no local

Na hora de depilar, vale tomar alguns cuidados. O pelo pode encravar e provocar uma inflamação no local
  •  

E aí, você, mulher, se depilou ou, você, homem, tirou a barba.

Passou um tempo e...lá veio uma coceira chata. Irritante, na verdade. E, de tanto coçar, você acabou machucando a região.

 Sorria, você não está sendo filmado (a), mas está com pelos encravados.

Urghss...

Bom, a primeira coisa que vamos te contar é que os pelos encravam quando, durante o processo de crescimento, eles não conseguem ultrapassar a camada mais superficial da pele, o que gera uma inflamação local.

Geralmente, as regiões do corpo que mais sofrem com este problema são a virilha e a região de barba, poréééém, o incômodo pode acontecer em qualquer outro local, como axilas, glúteos, pernas e região da nuca.

Ah, outra coisa importante: locais que são, naturalmente, mais abafados e úmidos (como virilha, axila ou áreas cobertas com roupas justas e sintéticas) contam com maior 

incidência da proliferação de bactérias, que inflamam o folículo piloso e pioram o quadro.

Tá, você já entendeu, mas está aí se perguntando como aliviar o transtorno...

Nós vamos te passar algumas dicas, anote aí!

A primeiríssima coisa a fazer é, semanalmente e antes da depilação, esfoliar a região para retirar impurezas e células mortas.

Ajuda bastante também utilizar lâmina de aço e depilar no sentido do pelo (com água morna e espuma apropriada para facilitar o deslizamento da lâmina).

Feita a retirada dos pelos, lave bem o local e aplique creme ou loção calmante e antisséptica.

Não custa reforçar que é recomendável evitar roupas apertadas e as feitas em tecidos sintéticos, assim como permanecer com roupas de banho molhadas por muito tempo.

Por fim, se – mesmo seguindo todas as orientações acima – o pelo encravou, não vá ficar tentando removê-lo mexendo toda hora na região. Nem com as mãos, muito menos com pinça.

Vai piorar a situação.

Para encerrar, se o problema persistir, o mais recomendável, sempre, é procurar o (a) especialista que pode ajudar a resolvê-lo. Procure um (a) dermatologista!

 

[Fonte: Veja.com]




Ultimas Notícias

Depois de pesquisar, por décadas, sobre o assunto, professor americano alerta: o trabalho está matando as pessoas

Postado por:

Parece até uma ironia falarmos – no Brasil, que conta um “exército” de desempregados – sobre estudos que dão conta de que o trabalho está matando as pessoas mundo afora e ninguém se atenta a isso, não?

LEIA MAIS

O tato também é um sentido que pode ser perdido ao longo da vida. Com alimentação adequada é possível evitar o problema

Postado por:

Você sabia que, além da visão e da audição, podemos – com o tempo – perder, também, o tato?

LEIA MAIS

Brasil vem marcando “pontos negativos” no que tange ao aprendizado de matemática

Postado por:

Péssima notícia para a Educação brasileira! Em seu relatório mais recente, o movimento Todos pela Educação trouxe dados que revelaram que – entre 2007 e 2017 – o aprendizado de matemática dos estudantes do 3º ano do ensino médio caiu 0,7 ponto percentual em nosso país.

LEIA MAIS

Karen Uhlenbeck, setuagenária americana, é a primeira mulher a receber Prêmio Abel de Matemática

Postado por:

Você, certamente, já ouviu falar do Prêmio Nobel, honraria (composta por seis categorias) que – representando o último desejo do cientista sueco Alfred Nobel – a partir de 1895 passou a ser concedida a pessoas ou instituições que realizaram pesquisas, descobertas ou contribuições notáveis para a humanidade no ano imediatamente anterior ou no curso de suas atividades.

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.