Principal deflagrador da cegueira definitiva, glaucoma ganha novo tratamento – já disponível no Brasil – que oferece melhor qualidade de vida aos pacientes

Principal deflagrador da cegueira definitiva, glaucoma ganha novo tratamento – já disponível no Brasil – que oferece melhor qualidade de vida aos pacientes
  •  

Boa notícia no ar!

Considerado a principal causa de cegueira irreversível e – segundo o Ministério da Saúde – incidente em mais de 2 milhões de pessoas no Brasil, o glaucoma, doença incurável, acaba de ganhar uma nova forma de tratamento que promete minorar seus efeitos em pacientes.

Trata-se de um colírio, 3 em 1, desenvolvido pela Allergan, comercialmente batizado como Triplenex.

O fármaco é recomendado para glaucoma de ângulo aberto e hipertensão ocular, quadros que necessitam do uso de terapia combinada para o controle da pressão intraocular (PIO), a principal causa da doença.

A forma mais eficiente de cuidar da afecção tem sido tratamento à base de diversos colírios que, por precisarem ser usados ao longo dia, muitas vezes geram confusão nos pacientes, o que resulta em terapêutica inadequada, logo, em prejuízo ao controle da doença.

Por isso, o novo colírio tem sido considerado um avanço e tanto. Trata-se da primeira terapia a misturar três substâncias (bimatoprosta, tartarato de brimonidina e maleato de timolol) em uma mesma embalagem. 

A inovação age reduzindo a pressão ocular pela redução de produção do humor aquoso (líquido responsável por regular a pressão interna do olho).

Esta nova possibilidade de tratamento (que pode ser realizado por meio da aplicação de uma gota do colírio, duas vezes ao dia) ainda traz ótimo alívio para o bolso.

De acordo com a Allergan, o Triplenex deve ser comercializado por, no máximo, 179,73 reais, o que significa um abatimento de 17% em relação ao custo dos colírios vendidos separadamente. 

Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em outubro do ano passado, o novo colírio foi lançado no mercado brasileiro em fevereiro último.

Como adiantamos lá no comecinho, notícia magnífica, não?


[Fonte: Veja.com] 




Ultimas Notícias

Beijar na boca pode, sim, ser perigoso para a saúde! Conheça os sintomas de algumas das doenças provocadas pela troca de salivas

Postado por:

Ah, o Carnaval! Você já está aí se lamentando porque os dias de Momo acabaram, né?

LEIA MAIS

Gaga e Cooper à parte, você sabe como nasce uma estrela?

Postado por:

Se existe uma experiência sensorial que é absolutamente fantástica é aquela em que nos deitamos em uma superfície qualquer do planeta e olhamos para cima, para o céu, e nós sentimos cobertos por um entrelaçado de estrelas.

LEIA MAIS

Tecnologia! Implantes subcutâneos que medem a temperatura corporal, destravam o celular e substituem o cartão de visita já são uma realidade

Postado por:

Imagina se, para oferecer seus contatos profissionais, você só precisasse esticar o braço para alguém (veja, o braço, não a mão segurando um cartão de visita)?

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.