O tato também é um sentido que pode ser perdido ao longo da vida. Com alimentação adequada é possível evitar o problema

O tato também é um sentido que pode ser perdido ao longo da vida. Com alimentação adequada é possível evitar o problema
  •  

Você sabia que, além da visão e da audição, podemos – com o tempo – perder, também, o tato?

Quem sente mais os efeitos da perda deste sentido são os mais velhos.

Por quê?

A gente te explica, vem ver...

É que temos nervos em nossa pele que não respondem apenas a um estímulo mecânico (que chamamos de toque), mas – também – à temperatura, dor ou coceira.

Segundo especialistas, contamos com cerca de 20 tipos diferentes de receptores em nossa epiderme e eles são os responsáveis por informar nosso cérebro sobre os eventos em nosso corpo.

À medida que vamos perdendo este sentido ficamos mais propensos às quedas, já que o nervo tátil fica privado da sensibilidade (que confere o equilíbrio).

Mas como saber se está tudo bem com a saúde?

Há um teste bem simples, chamado Ipswich, que qualquer um pode fazer.

Funciona da seguinte forma: feche os olhos e peça que alguém toque as pontas do seu primeiro, terceiro e quinto dedo dos pés. Se notar que teve problemas para perceber dois desses dedos, a recomendação é que você vá a um neurologista ou endocrinologista.

Mas dá para evitar problemas dessa natureza e preservar seu tato, viu? Ainda segundo experts no assunto, para tal, você deve cuidar bem da sua pele (já que todos os receptores táteis estão nela), investir em alimentação rica em fibras nervosas (os alimentos recomendados são abacate, azeitona e nozes) e, claro, usar o que tem para não perder. O que isso significa? Sempre que puder tire meias e sapatos e tenha contato com o solo, com a grama. Deixe seus pés respirarem!

Fique atento (a) à sua saúde!


[Fonte: G1 // Ciência e Saúde] 




Ultimas Notícias

Mais chances nas transfusões: pesquisadores conseguem transformar sangue tipo A em universal

Postado por:

Você já deve ter ouvido por aí algumas vezes que o sangue tipo O é considerado como doador universal, certo? Isso acontece porque essa variedade do plasma humano carece de antígenos, moléculas de açúcar presentes na superfície de seus glóbulos vermelhos. Esta ausência impede que – em caso de necessidade de transfusão, por exemplo – o sistema imunológico acabe por atacar e matar glóbulos vermelhos correspondentes a fator RH diferente daquele do paciente.

LEIA MAIS

Há 2,5 mil anos, a China já usava a maconha com fins recreativos

Postado por:

Vai não vai vemos notícias na imprensa sobre famílias que seguem lutando na Justiça pela obtenção de permissão para usar a maconha com fins terapêuticos. A Ciência já sabe que o canabidiol (derivado da erva) e o THC (substância psicoativa presente na planta) têm propriedades medicinais e que podem ser usados como remédios – com a devida supervisão – por exemplo, em quadros de epilepsia, ansiedade, esclerose múltipla e dor crônica.

LEIA MAIS

Parabéns pelo seu dia, profissional de Mídia!

Postado por:

Neste 21 de junho celebramos o Dia do Profissional de Mídia. 

LEIA MAIS

Pesquisa americana revela: consumo de carne de frango, em substituição à bovina, já contribui bastante com as causas ambientais

Postado por:

Um novo estudo – realizado com 16,8mil pessoas nos Estados Unidos – revelou que o consumo da carne de frango em lugar da bovina, por si só, já é capaz de operar grandes alterações no meio ambiente.

LEIA MAIS

Estudo canadense revela que todos temos – sim – um “tipo” preferido quando o assunto é amor

Postado por:

Sabia que um estudo mostrou que – de fato – as pessoas, em geral, têm um “tipo” preferido quando o assunto é namoro?

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.