É preciso falar sobre a morte

É preciso falar sobre a morte
  •  

O assunto aqui, hoje, é a morte.

– Creedoooo!! – já exclamou você aí, com um “toc, toc, toc” na madeira mais próxima.

Bom, o assunto pode ser chato, desagradável, um tabu, porém, visto que faz parte da vida (melhor dizendo, põe fim a ela) precisa ser encarado de frente.

Ninguém escapa de perecer (pelo menos ainda não se teve notícia de nenhum imortal por aí), portanto, é necessário falar a respeito.

Por que será que a morte é inevitável?

– Ih, mas agora vamos filosofar?

Não é nada de Filosofia! A morte é um evento biológico.

Compostos por bilhões de células – que, dia após dia, se dividem para garantir seus crescimentos – organismos contam com métodos de destruição de estruturas celulares potencialmente perigosos (caracterizados por carcinógenos ou vírus que fazem com que células antigas sejam substituídas por outras, idênticas).

Ao longo da vida, tal divisão vai sendo desacelerada e, em dado momento, trava. De vez.

 Muito provavelmente, os responsáveis por tais ocorrências são os telômeros, estruturas localizadas nos extremos dos cromossomos. Espécies de "capas protetoras", eles vão se encurtando ao longo das divisões, que, ao final do processo, param de ocorrer. Primeiro, as novas células param de nascer. Depois, as antigas morrem.

A Ciência já comprovou que o limite biológico máximo do funcionamento do corpo humano é de cerca de 120 anos. E que, depois que a vida cessa, o processo – total – de decomposição desse mesmo corpo humano leva, em média, três décadas.

Nove meses para ser totalmente formado, 30 anos para se decompor completamente.

Ufss!! 

Dessa você não saiba, diz aí!


[Fonte: UOL Notícias // Ciência] 




Ultimas Notícias

Pesquisa revela que, dentre os oceanos do planeta, o Ártico é o que conta com maior diversidade de vírus

Postado por:

Você já parou para pensar na vida existente láááá embaixo, no fundo dos oceanos?

LEIA MAIS

Poluição pode afetar a fertilidade masculina! Estudo da USP revelou que homens brasileiros negligenciam a saúde e 48% deles jamais foram ao médico

Postado por:

Mais um motivo para que homens – definitivamente – adquiram o hábito de visitar o médico com frequência para saber a quantas anda a saúde. Pesquisas divulgadas pelo Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP) revelaram que a poluição e o consumo de drogas – como álcool, cocaína, anabolizantes e cigarros – afetam a fertilidade masculina.

LEIA MAIS

Nas profundezas dos oceanos existem inteligências consideradas como extraterrestres, sabia? São os polvos! Veja “como funcionam” esses gigantes dos mares

Postado por:

E então você consegue uns dias de folga no cotidiano corrido, resolve ir aproveitá-los à beira mar e...“nossa, que bela escolha eu fiz!”, você pensa.

LEIA MAIS

Filósofos e sociólogos fazem parte do DNA das nações do mundo. No Brasil, não é diferente, eles também ajudaram a construir nossa história

Postado por:

Sociologia: seu estudo, por definição, engloba a análise dos fenômenos de interação entre os indivíduos, as formas internas de estrutura (as camadas sociais, a mobilidade social, os valores, as instituições, as normas, as leis), os conflitos e as formas de cooperação geradas através das relações sociais.

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.