Pressão e calor: como os pneus dos aviões aguentam as respectivas amplificações no momento da aterrissagem?

Pressão e calor: como os pneus dos aviões aguentam as respectivas amplificações no momento da aterrissagem?
  •  

Aí você está em um avião, quaaase chegando ao seu destino e, então, ouve o comandante dizer no alto-falante: “senhoras e senhores, queiram afivelar os cintos e levantar as cadeiras, vamos aterrissar”.

Ufsss...lá vem aqueeele frio na barriga, especialmente, se você – nos minutos que antecedem a aterrissagem – resolver se perguntar, afinal de contas, como os pneus de aviões conseguem suportar toneladas de peso e o calor provocado quando o trambolhão toca a pista...

Fala sério, mas que “excelente assunto” para pensar nesta hora, hein?

Maass, enfim, vamos lá...

Pneus de aviões têm borracha como os dos veículos terrestres, porém, contam com outros elementos que acabam por fazer deles objetos completamente diferentes. O predomínio é de borracha natural – moldada em várias camadas e direções diferentes com calor e pressão – mas a composição contém, também, polímeros e arames de aço para reforçar a estrutura.

Segundo empresas do setor, ainda há tecido de nylon na carcaça.

Para você saber mais sobre o assunto, embora mais complexos, pneus de aviões também têm ranhuras mais simples e o objetivo delas é manter as aeronaves em linha reta no pouso, ajudar na frenagem e evitar aquaplanagem.

O número de camadas de borracha também é maior que os dos pneus de carros e varia de avião para avião, dependendo da capacidade de carga e da velocidade.

As câmaras desses pneus são infladas por nitrogênio (que evita, entre outras coisas, que o oxigênio contido no ar combine com gases liberados da carcaça do pneu em elevada temperatura e, dessa forma, cause explosão).

Mas e a pressão?

O segredo está na distribuição do impacto com a frenagem acontecendo em diversos trens de pouso. Os aviões comerciais mais comuns – Airbus A320 e o Boeing 737 – têm quatro pneus principais para distribuir cerca de 66 toneladas no momento do pouso. Já o gigante A380 precisa de 20 pneus principais para suportar um máximo de 386 toneladas na aterrissagem. E todos os modelos citados têm mais uma dupla de pneus na parte da frente.

Viu aí?

Será que agora você pode pensar em outra coisa na hora da aterrissagem?

Aff!!


[Fonte: UOL // Tecnologia]




Ultimas Notícias

Pesquisa revela que, dentre os oceanos do planeta, o Ártico é o que conta com maior diversidade de vírus

Postado por:

Você já parou para pensar na vida existente láááá embaixo, no fundo dos oceanos?

LEIA MAIS

Poluição pode afetar a fertilidade masculina! Estudo da USP revelou que homens brasileiros negligenciam a saúde e 48% deles jamais foram ao médico

Postado por:

Mais um motivo para que homens – definitivamente – adquiram o hábito de visitar o médico com frequência para saber a quantas anda a saúde. Pesquisas divulgadas pelo Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP) revelaram que a poluição e o consumo de drogas – como álcool, cocaína, anabolizantes e cigarros – afetam a fertilidade masculina.

LEIA MAIS

Nas profundezas dos oceanos existem inteligências consideradas como extraterrestres, sabia? São os polvos! Veja “como funcionam” esses gigantes dos mares

Postado por:

E então você consegue uns dias de folga no cotidiano corrido, resolve ir aproveitá-los à beira mar e...“nossa, que bela escolha eu fiz!”, você pensa.

LEIA MAIS

Filósofos e sociólogos fazem parte do DNA das nações do mundo. No Brasil, não é diferente, eles também ajudaram a construir nossa história

Postado por:

Sociologia: seu estudo, por definição, engloba a análise dos fenômenos de interação entre os indivíduos, as formas internas de estrutura (as camadas sociais, a mobilidade social, os valores, as instituições, as normas, as leis), os conflitos e as formas de cooperação geradas através das relações sociais.

LEIA MAIS

Pós-Graduação Unincor - Todos os Direitos Reservados.